Composto Madeira Plástico - WPC - Produção de granulado

A evolução tecnológica, alta capacidade produtiva e ampla gama de aplicações caracterizam a tecnologia, permite a produção de um composto de alta qualidade. Um granulado com qualidade constante, com aplicação de largo expectro de materiais, e a baixo custo.

O granulado produzido pode ser utilizado pela indústria de transformação em diferentes processos produtivos como extrusão, injeção e produção de placas, resultando em produtos acabados de alto valor agregado.


Quatro etapas distintas caracterizam a tecnologia:

Dosagem dos componentes (fibra natural, material plástico e aditivos), aglomeração, arrefecimento do granulado e separação de finos.
O sistema caracteriza-se pelo projecto modular e compacto. Altas tecnologias de controlo e comando garantem uma produção contínua e automática.

O sistema processa-se preferencialmente com materiais com teor de humidade de até 8%.
O vapor gerado na câmara de aglomeração, proveniente da humidade inicial da fibra natural, é transferido à
atmosfera por meio de uma unidade filtrante.

Eventuais partículas finas de material, aspiradas pela sucção do vapor, são retidas pelo filtro, descarregadas na rosca de alimentação, retornando assim ao processo de aglomeração.
A humidade residual, do material aglomerado produzido, ficará abaixo de 1%.

1) Dosador gravimétrico

2) Filtro

3) Palltruder

4) Moinho granulador

5) Transporte pneumático

6) Classificador tipo cascata

7) Sistema de ensaque

8) Painel de controle



Dosagem


A relação de mistura, tipo de material plástico, tipo de fibra natural e seu teor de humidade, são factores decisivos no desempenho do equipamento.
A utilização de tecnologia de dosagem gravimétrica aumenta a eficiência do sistema Palltruder, garantindo um fluxo de material contínuo, mantendo constante a qualidade do granulado produzido.

Método de operação
A fibra natural, especialmente farinha de madeira, o material plástico na forma de grânulos, flocos, fibras ou pó, assim como lubrificantes e outros aditivos, são dosados homogeneamente ao sistema Palltruder.

Calor resultante de atrito, e alta pressão gerada pela rosca e asa de aglomeração, aglomeram o plástico à fibra natural.

Os filamentos de material aglomerado, formados no processo de passagem por uma matriz perfurada, são então cortados no tamanho desejado, por um dispositivo rotativo de corte.


1) Lâminas rotativas


2) Matriz perfurada

3) Asa de aglomeração

4) Peça de pressão

5) Rosca de alimentação

6) Disco de arrefecimento
 
 
REFERÊNCIA: http://pallmann.com.br/wood_plastic/pdf/ProdWPC.pdf