Composito Madeira-Cimento - Processo de Fabrico

O processo de fabrico começa por um destroçamento da madeira em aparas finas e longas, em que estas são misturadas com o cimento nas seguintes proporções (em peso):


Partículas de madeira resinosa descascada - ≈20,7%

Cimento Portland - ≈66,7%

Compostos químicos - ≈1,9%

Água (varia em função da humidade contida na madeira) ≈10,7%

Estes valores podem variar em função da % de humidade contida na madeira.

Esta mistura é distribuída sobre chapas metálicas de modo a se obter um colchão constituído por aparas finas na superfície e aparas mais grossas no interior.
 
As chapas, com os seus colchões., são empilhadas dentro de um quadro de estabilização, que é encaminhado para uma prensa onde, depois de comprimido, é bloqueado mecanicamente.
 
Este quadro passa para um túnel de endurecimento onde permanece durante algum tempo a uma temperatura elevada.

Após o endurecimento, o quadro é desbloqueado, sendo as chapas e placas separadas.

Os painéis são então empilhados, ficando assim durante alguns dias para permitir uma presa definitiva do cimento. De seguida passam por um túnel de secagem.

Durante o processo o produto passa por um esquadriamento e controlo de qualidade.

Consoante a aplicação o painel pode ser cortado, lixado, pintado com primário ou ser trabalhado nas arestas para produção de encaixes.